Dicas para Orquídeas

Acessórios para Orquídeas no Bom Cultivo

Dicas para Plantio e Cuidados de Orquídeas

Saiba mais sobre as Orquídeas e os cuidados para Plantar e Cultivar

 

Compartilhe!



 

As orquídeas são lindas flores da família Orchidaceae e ordem Asparagales, uma das maiores famílias de plantas existentes. É muito comum vê-las nos jardins ou mesmo dentro de casa no Brasil, por conta de sua beleza e praticidade para harmonizar ambientes.

Na realidade, as orquídeas são comuns em todo o mundo, preferindo climas mais quentes e tropicais. A primeira espécie africana da qual se tem conhecimento no mundo ocidental é a chamada Disa uniflora.

Por preferirem o clima mais quente e ensolarado, elas apoiam-se em árvores mais altas para conseguirem o máximo de luz solar possível.

As orquídeas não são parasitas, mesmo compartilhando essa característica de apoiar-se com esse tipo de planta. Elas alimentam-se também do material em decomposição das árvores.

Mesmo sendo consideradas comuns, muitas espécies de orquídeas são consideradas em extinção, seja pelo comércio ilegal e indiscriminado, seja pelos cortes de florestas pela agricultura.

Ao contrário da extinção de espécies de animais, as orquídeas em extinção são, na verdade, entre as mais comuns em cultivo e das quais há maior produção comercial.

Isso se deve ao fato de que a maioria das espécies realmente raras não apresentam um valor comercial e não despertam interesse nas pessoas.

Por conta disso, seu valor comercial torna-se baixo e os governos não fazem levantamentos sobre a população de orquídeas presentes na natureza e os que existem são apenas resultado de estudos acadêmicos pontuais.

 

Tipos de Orquídeas: As Espécies que embelezam seu Jardim

Tipos de Orquídeas

fonte: Sociedade Americana de Orquídeas

 

Veja mais detalhes dos tipos de Orquídeas acessando a página da Sociedade Americana de Orquídeas

Academicamente falando, o conceito tradicional de espécie não se aplica às orquídeas, pois a delimitação exata de cada espécie de orquídea muitas vezes é bastante complicada.

Muitos grupos encontram-se isolados e apresentam pequenas diferenças morfológicas que alguns estudiosos julgam suficientes para o estabelecimento de espécies independentes, enquanto outros julgam estas variações apenas como características, sem importância suficiente para caracterizar uma espécie à parte.

Assim também o número exato de espécies de orquídeas aceito pela comunidade científica é altamente variável conforme a referência consultada.

É estimado que existam 50 mil espécies de orquídea, sendo que 20 mil delas são encontradas na natureza e outras 30 mil foram criadas a partir do cruzamento de espécies diferentes. Supõe-se, também, que existam 5 mil espécies ainda não catalogadas.

Como já falamos antes, as orquídeas em geral possuem apenas uma finalidade, que é o uso ornamental -- para você decorar sua casa ou seu jardim.

A única que se diferencia das demais é a orquídea Vanilla, ou orquídea-baunilha. Como o nome sugere, suas frutas são utilizadas para produzir a baunilha e, por ser uma planta trepadeira, pode chegar de 20 a 30 metros de comprimento, dependendo de seu suporte.

 

Orquídea Vanilla
fonte: Orquídea Vanilla - Pinterest
 

As orquídeas terrestres são as mais comuns no Brasil, com uma grande variedade de cores e formas, podendo se adaptar rapidamente a qualquer clima. Elas não eram muitos comuns em projetos de jardinagem, porém, por não precisarem de muita água, tornaram-se uma boa alternativa.

 

Orquídea Terrestre

fonte: Orquídea Terrestre - Pinterest

 

Uma orquídea menos comum, que fica incrível para quem não tem jardim ou possui pouco espaço em casa, é a orquídea Ludisia discolor. Pelo seu tom acobreado e parecer veludo, mesmo quando não tem flores, embeleza qualquer ambiente que for disposta.


Orquídea Ludísia
fonte: Orquídea Ludisia - Pinterest
 

As orquídeas híbridas também podem fazer o seu jardim e a sua casa serem mais charmosos. Como o nome indica, as orquídeas híbridas são a combinação das características de duas orquídeas diferentes, podendo apresentar cores, listras ou manchas herdadas dos seus genitores.


Orquídea Hibrida
fonte: Orquídea Híbrida - Pinterest
 

Outra espécie de orquídea bastante comum no Brasil é a epífita, ou seja, aquelas que vivem em cima de árvores, como foi explicado no início do post. Elas são simples, bonitas e fáceis de cuidar.


Orquídea Epífita
fonte: Orquídea Epífita - Pinterest
 

As orquídeas feiticeiras, também conhecidas como Cattleya Walkeriana foram descobertas por Gardner, em 1839, próximo ao rio São Francisco (MG). Seu nome foi dado em homenagem ao seu fiel assistente, Edward Walker, que o acompanhou em sua segunda viagem ao Brasil a serviço do Jardim Botânico do Ceilão, no Sri Lanka.

O brasileiro Barbosa Rodrigues descreveu, em 1877, a Cattleya princeps, hoje considerada uma variedade da Cattleya walkeriana.


Orquídea Cattleya Workeriana
fonte: Orquídea Cattleya Walkeriana - Pinterest
 
Como Cuidar de Orquídeas
Cuidar de Orquídeas
fonte: Cuidados para deixar as orquídeas sempre lindas - Pinterest
 

Primeiramente é sempre importante decidir qual é a orquídea ideal para o seu gosto e para o seu jardim ou sua casa. Orquídeas epífitas não são ideais caso você queira uma orquídea para deixá-la dentro de casa, por exemplo.

Dê preferência aos vasos de barro. Apesar de serem mais caros, eles têm mais porosidade e drenam melhor a água. Em vaso de barro e com substrato tipo casca de pínus, a rega pode ser diária, pois o barro permite a evaporação da água por todos os lados.

Se optar pelos vasos plásticos, fique de olho nas regas para não encharcar demais a planta. Regá-la depende do tipo de substrato e do vaso em que a orquídea está plantada.

Se estiver em um recipiente de plástico e com musgo, por exemplo, regue duas vezes por semana se estiver quente. Se estiver frio, uma vez é o suficiente.

Se a base da orquídea estiver a menos de um dedo da boca do vaso, é preciso trocá-la de vaso. Procure deixá-la sempre dois dedos de altura abaixo da boca do vaso.

E, caso a mudança seja necessária, para acomodá-la no novo vaso, repare de qual lado surgem os novos brotos – esta é a frente da orquídea. A parte posterior deve ser encostada em um dos lados do vaso para firmar o desenvolvimento dela.

Para a troca de vaso, recomendamos que acrescente chips de fibra de coco, Substrato para Orquídeas ou musgo à planta. Este último precisa ser lavado com água para tirar o excesso de areia.

Antes de cortar a orquídea, esterilize a tesoura com um maçarico portátil ou mesmo no fogão. Deixe esfriar para depois usá-la.

É importante que repita a operação de esterilização antes de mexer com outra orquídea, para evitar a transmissão de doenças.

Quando descartar uma folha, passe canela em pó no local do corte. O ingrediente é um cicatrizante natural. Falando em folhas: sempre repare na coloração da folhagem. Se estiver escura, mude a orquídea de local, pois quanto mais contato com a luz, mais saudável ela fica.

Além disso, se houver manchas na folhagem podem ser amenizadas com fumo de corda. Ferva o fumo em água por uma hora até que vire uma solução concentrada, que deve ser diluída em água. Borrife sobre as folhas repetidas vezes, até que dê resultado.

Cochonilhas e pulgões podem ser eliminados das folhas com sabão de coco. Use uma escova para esfregar as folhas.

Instale plaquinhas plásticas de identificação em suas orquídeas. Além do nome da espécie, anote o período de sua última floração. A próxima florada pode ser estimulada com NPK 10 30 20, que tem mais concentração de fósforo.

 

Kit para Plantio de Orquídeas

 

Gostou das orquídeas e gostaria de ter alguma em casa? Depois dessas dicas infalíveis, recomendamos ter um kit para plantio de orquídeas, como esse que mostraremos abaixo, para que suas plantas cresçam de forma saudável e bela!

 

Kit Orquídea Bom Cultivo

Clique na Imagem e Compre o Kit de Plantio de Orquídeas

No Kit contém:

 

1 unidade do fertilizante foliar, pronto para uso, para orquídeas (500 ml)

1 unidade do substrato para orquídeas (1 kg)

1 unidade do fertilizante mineral misto para orquídeas (150 g)

6 unidades de pote plástico no. 9 transparente para orquídeas

 

O fertilizante é elaborado especialmente para a cultura de orquídeas. Possui a quantidade exata de nitrogênio para que as suas folhas cresçam com um verde bonito; de fósforo para que as suas flores se desenvolvam em abundância e para promover um excelente enraizamento; e potássio, para combater as doenças e fortalecer as plantas no seu desenvolvimento. Contém também enxofre e cálcio.

O fertilizante também possui uma fórmula ideal para o desenvolvimento de sua orquídeas, fortalecendo a floração, bom desenvolvimento das folhas, maior tolerância a intempéries e cores vivas e expressivas.

O substrato para orquídeas foi desenvolvido para o plantio, replantio e transplante de vasos. Esse substrato retém água na quantidade ideal, mantém boa aeração para as raízes, não contém aditivos e tanino que podem afetar sua planta, melhora o desenvolvimento e dá maior durabilidade às suas orquídeas. É rico em nutrientes de uso prático e fácil, ajudando a manter sua orquídeas sempre saudáveis, fortes e bonitas.

Compre Produtos para Cultivar Orquídeas

 

E aí, gostou das orquídeas? Ficou com vontade de redecorar o jardim ou a casa? Dá uma passadinha em nosso site para conferir outros produtos para cuidar sempre bem de suas orquídeas!


Tudo para Orquídeas

Onde Comprar tudo para cultivar e cuidar de Orquídeas

  Imagem interna da Bom Cultivo produtos pra Jardinagem e Cultivo Rural

 

Se preferir ou necessitar de maiores quantidades do produto, basta entrar em contato conosco através de nossos canais:

 

Whatsapp: (47) 99980-3301

Telefone: (47) 3522-2260

E-mail: contato@bomcultivo.com

Dúvidas e Comentários? Deixe sua mensagem!

 
 
Pague com
  • PagHiper
  • Depósito Bancário
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

BC AGRO COMÉRCIO DE SEMENTES EIRELLI EPP - CNPJ: 29.220.447/0001-58 © Todos os direitos reservados. 2019