Manual Completo


Como semear

O que vamos precisar para o semeio das sementes na estufa:

- Uma colher de sopa;
- Uma tesoura;
- Um copo;
- Um borrifador com água potável;

Seu kit de sementes contém 3 sachês: 1 (um) de cebolinha verde, 1 (um) de manjericão e 1 (um) de coentro verdão. Temos também o substrato que nesse caso faz o papel do solo em nosso plantio.

1. Monte seu kit estufa;
2. Abra o pacote do substrato e despeje todo o conteúdo dentro da bandeja da estufa;
3. Retire 4 colheres de sopa de substrato e coloque no copo, que posteriormente será utilizado para fazer a cobertura das sementes após o semeio;
4. Utilize a colher para nivelar o substrato dentro da bandeja;
5. Ainda utilizando a colher, divida o espaço da bendeja em 3 partes iguais, cada divisão irá acomodar uma espécie de semente;
6. Faça algumas linhas de plantio, com aproximadamente 3mm de profundidade, onde vamos despejar as sementes;
7. Abra o pacote de sementes, retire os 3 sachês e corte uma pequena ponta em cada um deles;
8. Pegue o primeiro sachê e despeje com muito cuidado, separando uma semente da outra dentro das linhas de plantio. Faça o mesmo com as outras espécies.
9. Utilizando o substrato que foi separado no copo (item 3), espalhe uma pequena e fina camada sobre as sementes para cobri-las, mas não se esqueça: todas as sementes devem ser cobertas;
10. Utilize um borrifador com água potável, para regar a semeadura da estufa pela primeira vez. Esse é o início da fase de germinação das sementes;
11. Regue diariamente para que as suas sementes germinem, sempre utilizando agua potável e um borrifador de bico fino.

FAQ - Perguntas Frequentes

1 . Qual o melhor local para acomodar a minha estufa?
O melhor local para acomodá-la é onde receba luminosidade durante o dia. Esse local não pode ser exposto ao sol. Um exemplo de um bom local é próximo a luminosidade de uma janela. Recomenda-se deixar longe do alcance de animais domésticos.

2. Quantas vezes devo regar as minhas sementes na estufa?
O ideal é deixar o substrato sempre úmido. O excesso de água é prejudicial às plantas. Regue 1x por dia, se você notar que o substrato está muito seco, regue 2x ou mais.

3. Eu preciso de um borrifador para regar minhas sementes?
Sim, a água com muita pressão no caso de torneiras, regadores ou jarros podem deformar o local onde a semente está acomodada, isso prejudica a germinação. O ideal é o uso de um borrifador de plantas com um bico bem fino tipo névoa.

4. Quanto tempo leva para as sementes germinarem?
As espécies contidas nesse kit, demoram em média de 7 a 10 dias, desde que siga corretamente os passos de semeio, cobertura, irrigação e principalmente temperatura. Esses fatores em uma combinação equilibrada fazem com que a germinação acelere ou atrase. Geralmente em locais muito frios, com temperaturas baixas a germinação demora um pouco mais.

5. Por quanto tempo devo irrigar minhas sementes?
Você deverá irrigar todos os dias, até o momento da colheita das plantas ou o transplante do excesso de plantas em sua horta.

6. Quantas sementes vêm nos saches?
Em média:
Cebolinha Verde: +/– 105 sementes;
Manjericão: +/– 210 sementes;
Coentro Verdão: +/– 110 sementes.

7. Qual a melhor época de plantio das sementes?
Todas as espécies de sementes que contém em seu kit podem ser semeadas o ano todo.

8. Quanto tempo demoram para as plantas ficarem adultas?
Para cada espécie o ciclo de termos uma planta a ponto de colheita é:
Cebolinha Verde: +/– 100 dias;
Manjericão: +/– 60 dias;
Coentro Verdão: +/– 40 dias.

9. Todas as sementes germinam?
Nem todas, porém a maioria germina. Algo próximo a 80%.

10. Se não germinar minhas sementes, o que pode ter acontecido?
Para uma semente germinar precisamos de alguns fatores em equilíbrio, são eles:
a) Substrato que é parte desse kit;
b) Semeio correto, seguir todos os passos corretamente. Não enterrar as sementes em uma profundidade muito grande. Apenas uns 0,5cm ou 5mm;
c) Irrigação, controlar bem para que as sementes não fiquem sem água próxima a elas. Como as sementes estão enterradas, não as vemos, desta forma é necessário deixar o substrato sempre úmido nos dá a garantia que as sementes estão úmidas.
d) O ideal para uma boa germinação é temperatura de 25º a 30ºC.

11. Minhas sementes germinaram e agora estão morrendo, o que faço?
Alguns podem ser os motivos de mortalidade das plantas:

a) Água de má qualidade é prejudicial as plantas;
b) Excesso de água causa fungos e morte das plantas;
c) Falta de água;
d) Exposição excessiva ao calor;
e) Exposição e excesso de luminosidade, a exemplo de locais onde não exista o foto período.
f) O melhor local é onde receba a luz natural.
g) É prejudicial as plantas ficarem recebendo luminosidade artificial sem o intervalo de dia e noite.

12. Preciso adubar minhas plantas?
Nessa estufa não, o substrato já vem adubado. Será necessário adubar caso você transplante para um vaso maior ou canteiro.

13. Se eu deixar minha planta recebendo luz solar, faz mal?
Sim faz muito mal, as plantas recém germinadas são muito frágeis. O correto é colocá-las em um ambiente protegido do excesso de calor e do excesso de luminosidade.

14. Germinou muitas plantas, o que eu faço?
Conduza suas plantas até o ponto onde você possa transplanta-las em um vaso maior ou em um canteiro.

15. Minhas plantas germinaram e estão crescendo, posso consumi-las?
O recomendado é consumir as plantas adultas conforme sua utilização.

Disposições Gerais

1. Sementes
Semente é a parte do fruto que contém o embrião no estado de vida latente e que provém do desenvolvimento do óvulo (vegetal). Logo se trata de um ser vivo. As garantias dadas para as sementes produzidas, comercializadas e reembaladas pela LPF são as seguintes:

a) Garantaia de espécie / variedade:
Garantia total espécie/variedade adquirida.

b) Garantia de pureza:
Sementes processadas e com garantia de pureza de acordo com cada espécie. Existem sementes que conseguimos atingir um percentual maior de pureza e outras espécies um menor. Esta variação é definida de acordo com a forma, peso e característica física de cada espécie de semente.

c) Garantia de germinação:
Por se tratar de um ser vivo, nota-se que dependemos de alguns cuidados e fatores para que esta semente possa germinar, sendo que somente após estes cuidados e tratos culturais atingiremos o objetivo real da semente: a planta propriamente dita. Para a garantia do potencial germinativo das sementes, devemos considerar uma série de fatores e ações a serem seguidas:

Processo de semeadura de Sementes:

1. Preparo do meio de cultura que irá receber as sementes (terra/substrato);
2. Semear as sementes, espalhando uniformemente na área a ser cultivada;
3. Após a semeadura cobrir as sementes com terra/substrato peneirado de boa qualidade (aproximadamente de 1 a 2 mm);
4. Não cobrir com outro material a não ser com o meio de cultura utilizado (terra/substrato);
5. Após a semeadura, irrigar as sementes já plantadas e cobertas com um borrifador de bico fino, tipo névoa. Esta irrigação deverá ser feita de 1 a 2 vezes por dia, dependendo da temperatura ambiente e da absorção desta umidade pelo meio de cultura. Existe uma relação direta entre temperatura e umidade. Quanto maior a temperatura menor a umidade, e vice-versa. Esta irrigação é para auxiliar a germinação das sementes, nunca as encharcá-las com água. O excesso de água, afoga e provoca fungos que prejudicam a germinação das sementes, chegando ao ponto de matar o embrião da semente; (Evitar excessos – Sempre manter úmido);
6. O processo de irrigação é diário.

* A germinação é uma sequência de eventos fisiológicos influenciada por dois fatores: Externos = Ambientais e Internos = Semente.

Cada fator pode atuar por si ou em interação com os demais.
A germinação é um fenômeno biológico que pode ser considerado pelos botânicos como a retomada do crescimento do embrião, com o rompimento do tegumento pela radícula (primeira parte as semente a erradir no processo de germinação, ou seja, a raiz). Porém para os tecnólogos de sementes, a germinação é definida como a emergência e o desenvolvimento das estruturas essenciais do embrião, manifestando a sua capacidade para dar origem a uma plântula normal, sob condições favoráveis.
Dentre os principais fatores que afetam ou influenciam uma boa germinação das sementes pode se citar: LUZ; TEMPERATURA; DISPONIBILIDADE DE ÁGUA; MEIO DE CRESCIMENTO/CULTURA-SUBSTRATO; NUTRIENTE; FAUNA; MICRO-ORGANISMOS; CUIDADOS COM ARMAZENAMENTO;

LUZ
Referente à sensibilidade luminosa, existe uma ampla variação de respostas germinativas. Algumas germinam com extensa exposição à luz, outras com breve exposição a luz, e algumas se apresentam indiferente com a luminosidade. A germinação não está relacionada somente com a presença da luz, mas sim com a qualidade, pois a qualidade da luz sim pode interferir durante a maturação da semente, onde se conclui que seria um fator muito importante na germinação.

TEMPERATURA
Com relação à temperatura, esta pode afetar as reações bioquímicas que determinam todo o processo germinativo. As sementes apresentam capacidade germinativa em limites bem definidos de temperatura, variável de espécie para espécie. Assim a geminação de uma semente irá depender muito de como está a temperatura. No estudo dessa dependência de temperatura para que aconteça a germinação, é de grande interesse ecofisiológico a determinação das temperaturas mínimas, ótima e máxima. A temperatura ótima pode ser aquela em que a maior germinação é alcançada no menor tempo. As temperaturas extremas (abaixo e acima da temperatura ótima) são aquelas onde as sementes não conseguem germinar mais. De maneira geral, temperaturas abaixo da ótima reduzem a velocidade de germinação, resultando em alteração da uniformidade de emergência, talvez em razão do aumento do tempo de exposição ao ataque de patógenos. Existe ainda um dos fatores que mais pode influenciar na germinação das sementes, a ÁGUA.

ÁGUA
Com a absorção de água por embebição, ocorre a reidratação dos tecidos e, consequentemente, a intensificação da respiração e todo o metabolismo da semente, que resultam o fornecimento de energia e nutrientes para o crescimento por parte do eixo embrionário. Por outro lado, o excesso de umidade, em geral, provoca decréscimo na germinação, visto que impede a penetração do oxigênio e reduz todo o processo metabólico resultante. A velocidade de absorção de água varia com a espécie, com o número de poros distribuídos sobre a superfície do tegumento, disponibilidade de água, temperatura, pressão hidrostática, aérea de contato semente/água, forças intermoleculares, composição química e qualidade fisiológica da semente. O movimento da água para o interior da semente é devido tanto ao processo de capilaridade quanto de difusão e ocorre do sentido do maior para o menor potencial hídrico. Sendo assim, a embebição é essencialmente um processo físico relacionado às características de permeabilidade do tegumento e das propriedades dos colóides que constituem as sementes, cuja hidratação é uma de suas primeiras consequências. Pode-se dizer então que o próximo fator que influência a germinação é o substrato.

MEIO DE CRESCIMENTO / CULTUTA – SUBSTRATO
Entre os gases que influenciam a germinação estão o O2 e o CO2. A necessidade de oxigênio varia de cada espécie, mas as plantas lenhosas que crescem em terra firme necessitam de solo bem aerado com boa disponibilidade de oxigênio. Têm influência sobre a disponibilidade de água, de gases e de nutrientes e age sobre a temperatura. Existe ainda a possibilidade de substâncias alelopáticas estarem presente no substrato e impedir a germinação.

NUTRIENTES
Influenciam diretamente o desenvolvimento da nova plântula, pois o mesmo é quem vai liberar o alimento necessário para que a semente possa se desenvolver e dar, então, sustentabilidade à planta.

FAUNA
Formigas, pássaros, roedores, lagartas, herbívoros entre outros animais que podem danificar as sementes impedindo a germinação ou dificultando-a.

MICRO-ORGANISMOS
Os fungos e as bactérias presentes no ar e no solo podem impedir a conclusão da germinação, retardar o crescimento, ou deformar a plântula, ou mesma levá-la à morte após a germinação, como podem minimizar a dormência tegumentar, degradando o tegumento das sementes.

CUIDADOS COM O ARMAZENAMENTO
Por se tratar de um ser vivo as sementes devem ser armazenadas em local fresco, seco e com pouca luminosidade obrigatoriamente nas suas embalagens originais e devem ser mantidas em locais isolados ou prateleiras para evitar a absorção da umidade proveniente do piso. Temperatura média de 15 ºC á 20ºC. – Evitar choques térmicos.

O conhecimento de como os fatores ambientais influenciam na germinação das sementes é de extrema importância. Assim, eles poderão ser controlados e manipulados de forma a aperfeiçoar a porcentagem, velocidade e uniformidade de germinação, resultando na produção de mudas vigorosas para o plantio e minimização dos gastos e percas.

Seguindo estes passos, você terá um bom rendimento de germinação das sementes.

Para análise de reclamações pede-se que separe uma amostra do material em questão, para assim submetê-lo a teste em laboratório credenciado junto ao MAPA, para avaliar o motivo da perda de germinação.

Perdas de Garantia

Se constituem em causas determinantes da perda da garantia das sementes adquiridas:

- Se as mesmas forem armazenadas de forma incorreta;
- Se as embalagens originais forem violadas;
- Se as embalagens apresentarem desgastes e indícios de mau armazenamento;
- Pelo decurso do prazo de validade do teste de germinação;
- Não seguir os passos corretos de plantio e cuidados.

Garantias das Sementes e Substratos adquiridos

Para o fornecimento do pedido acima, a LPF fornece juntamente com as sementes Laudo Técnico de Germinação, Pureza e Viabilidade das Sementes conforme suas Espécies e seus lotes e para os substratos fornece laudo atestando a qualidade do produto.

A Germinação mínima para comercialização de nossos produtos é de 80%, comprovados em testes e ensaios laboratoriais independentes e credenciados no MAPA - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Prazo da garantia – Período ativo da campanha 26/07/2018 à 23/09/2018 + 90 dias após o encerramento para possíveis residuais.


SAC: (47) 3522-2260

Horário de Atendimento: Seg a Sex das 7:30 as 12:00 / 13:30 as 17:30
Pague com
  • PagHiper
  • Depósito Bancário
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Bentec Comércio de Sementes LTDA - EPP - CNPJ: 10.257.026/0001-73 © Todos os direitos reservados. 2018